3 de maio de 2018

Nothing is by chance - Cap 60 - O desejo falando mais alto

- Alice : Foi mass..- Ela parou de falar olhando pra porta com uma cara estranha, todos olharam pra porta e eu não quis acreditar nas pessoas que estavam bem ali cumprimentando a Suany ...

- Evellyn : É quem eu to pensando ?..- Olhei pra Siara
- Siara : É..- O Justin me olhou e já mudou a feição

Eles entraram e veio até nós

- Sárlia : Meninas não acredito que estão aqui novamente..- Ela sorriu e nós acompanhamos. Nos cumprimentamos ..
- Andrey : Evellyn ? ..- Os olhos dele percorria cada extensão do meu corpo e dei um sorriso sem mostrar os dentes
- Evellyn : Oi Andrey..- Continuei parada, mais ele veio até mim me dando um beijo na bochecha e um abraço, em seguida cumprimentou a Alice e as meninas, logo os meninos fecharam a cara, cumprimentaram ele super sérios..Depois dos comprimentos peguei na mão do Justin e apertei, ele sabe que não troco ele por ninguém..
- Sárlia : Que mundo pequeno né ? Como estão ? Vinheram passar quantos dias ?
- Evellyn : Estamos bem e vinhemos morar aqui..- Ela abriu a boca em um perfeito '' O '' e o Andrey sorriu. Até parece que vou ficar com ele, até parece..
- Sárlia : Ai que maravilha, assim vamos nos ver sempre..
- Evellyn : É...
- Suany : Tia nossos pais estão na cozinha..- Eles foram pra cozinha
- Justin / Raylan/  : O que esse zé ruela ta fazendo aqui ?..- Eles falaram em uma sicronia que nos olhamos e quase sorríamos, mais continuamos sérias porque eles não tava com cara de quem queria brincar
- Kelvin / Everton : Quem é esse zé ruela ?..- Eita coral
- Suany : É nosso primo..
- Justin : Estragou a noite..
- Raylan : Estragou mesmo..
- Kelvin : Tem cara daqueles primos safados..
- Everton : Tem mesmo..
- Justin : Acertaram, é folgado, metido e galinha..- Eu e a Alice nos olhamos
- Raylan : E mentiroso..
- Kelvin : Já não gostei..
- Everton : Nem eu..- Se com um ciumento já temos que ouvir, imagino quatro
- Suany : Ei calma ai vocês. Olha ele é de boa, é nosso primo, mais nunca pegamos ele não..
- Siara : E nem vamos..- O Justin me olhou..Ai meu Deus sobrou pra mim
- Evellyn : Oxê amor ta me olhando por que ?
- Justin : As meninas não pegaram ele, mais você sim..- O Kelvin e o Everton abriram a boca
- Kelvin : Quando foi isso Ever ?
- Evellyn : Em Los Angeles, mais isso é passado, meu presente é o que importa, para de ciúmes amor, estou com você..
- Justin : Mais ele quase te comeu com os olhos Ever, e isso por causa desse seu decote..- Revirou os olhos e eu fiz o mesmo
- Raylan : A Alice também..
- Alice : Aí sem crise vocês dois, estamos com ele por acaso ? Não né ! Estamos com vocês, então relaxem que não vamos ficar com mais ninguém além de vocês não..
- Suany : É, parem os dois..- O Everton olhou pra ela sério e o Kelvin pra Siara. Ô minha nossa senhora, homem ciumento é um caso viu..
- Sárlia : Meus amores venham jantar..

Fomos pra cozinha e já podem imaginar o clima chato..

- Sinara : Então quer dizer que a Evellyn já namorou com o Andrey ?...- Não, é pra acabar comigo né, olha do que ela vem falar. Todos se entreolharam e vi o Justin fuzilar o Andrey
- Evellyn : Não, não namoramos, foi só um lance, coisa do passado..
- Sinara : Sendo namoro ou não, é uma menina linda, deveriam relembrar os velhos tempos..- O Justin tava super Incomodado e o Andrey só sorria, sínico. As meninas olhava séria pra ele, mais nada adiantava..
- Evellyn : Não, só passei raiva no passado..Agora estou realmente feliz, tenho o namorado perfeito, né amor ?..- Olhei pro Justin e sorri, ele retribuiu e voltei a olhar pra ela e pro Andrey que agora não tava mais sorrindo
- Sinara : Entendi, então me desculpe, não quis criar nenhum constrangimento..
- Evellyn : Imagina, constrangimento nenhum..- Sorri
- Andrey : Não lembro se me falaram desses dois ?..- Olhando pro Kelvin e o Everton
- Suany : Nossos namorados..- Falou entediada. É óbvio que ele lembra, ta só caçando conversa ..
- Andrey : Ata..- Sorriu e vi o Kelvin se alterar, olhei pra ele e repreendi com o olhar, ele se acalmou e começamos a comer

(...)

Depois do jantar tedioso que tivemos fomos pra sala, e claro que o intrometido do Andrey foi..
- Andrey : Quanto tempo né ? Achei que nunca mais veria vocês..
- Alice : Né, o mundo dá voltas..
- Andrey : Belas voltas..- Sorriu malicioso
- Kelvin : É sempre assim ?
- Andrey : Assim como ?
- Kelvin : Folgado e intrometido..
- Andrey : Sim..- Sorriu
- Justin : Cuidado, a maioria dos folgados intrometidos acabam com a cara quebrada..- Apertei a mão dele
- Raylan : Ou o corpo todo..
- Andrey : Por acaso estão me ameaçando ?
- Everton : Porque estaríamos te ameaçando ?
- Evellyn : Ninguém ta ameaçando ninguém aqui, é melhor irmos pra casa ..
- Andrey : Que isso gatinha não se incomoda, está cedo..
- Suany : Andrey o que houve com você ?
- Siara : Você não era assim..
- Andrey : As pessoas mudam..
- Evellyn : No seu caso mudou pra pior né..- Ele me olhou sério e depois sorriu sarcástico
 - Andrey : Bem pior..
- Alice : Ta legal vamos embora..
- Suany : Siara vamos pegar as coisas..
- Andrey : Vão também ?
- Siara : Sim..- Elas subiram

Os pais das meninas vinham da cozinha conversando sobre alguma coisa e nos olharam sorrindo, logo as meninas desceram

- Suany : Mãe pai vamos dormir nas meninas..
- Sinara : Ta.. Por que não levam o Andrey, assim ele se enturma mais..- Todos se entreolharam e gritamos mentalmente um NÃO..
- Evellyn : Não quero ser mal educada, mais é que meus pais ainda não conhecem ele, mesmo que seja primo das meninas, entende ? Sem contar que só vai ter meninas lá em casa e o Kelvin.
- Andrey : Não sabia que ele era menina..
- Evellyn : Não é menina, mais é meu irmão..- Sorri falsamente, ele me olhou um pouco surpreso
- Sinara : Não tem problema não querida, só dei o palpite, mais está certa, se é só meninas, nada de meninos.
- Andrey : Ingenúos..- Sussurrou
- Evellyn : Desculpa Andrey..- Lamentei, ótima atriz que sou né..
- Alice : Vamos ?

Assentimos e nos despedimos de todos, até do Andrey, claro ! Não podemos ser mal educados na frente das pessoas mais velhas né..Saímos de lá e entramos nos carros

- Justin : Caralho que moleque chato..- Ele bateu no volante, colocando a raiva pra fora, eu apenas suspirei e nos olhamos
- Evellyn : Não quero nem imaginar ele lá em casa..
- Justin : Nem eu. Falando em casa, mais tarde vou pra minha..- Deu partida e saímos
- Evellyn : Dorme lá em casa hoje de novo, todos vão dormir lá..- Sorri e ele me acompanhou
- Justin : Então vamos passar lá em casa pra pegar mais roupa e dá um beijo na coroa..

(...)

Chegamos na casa dele e descemos, entramos e ela estava na sala

- Pattie : Justin meu filho isso são horas ?
- Evellyn : A culpa é minha, desculpa..- Sorri e fui cumprimentar ela
- Pattie : A culpa é dele que não liga nem pra da um oi..- Sorriu
- Justin : Não quis ligar, preferi vim te dar um beijo minha delicia..- Beijando ela
- Pattie : Aposto que levou poucas roupas..- Sorrimos, mãe é mãe né..
- Justin : Mãe desde quando é macumbeira ?
- Pattie : Acho que te conheço a 19 anos né Justin..- Revirou os olhos e sorrimos
- Justin : Vocês e essa mania feia de revirar os olhos..- Falou entediado e subiu, olhei pra ela e sentamos
- Evellyn : Don..- Antes que eu terminasse ela me olhou séria e lembrei..- Quero dizer, Pattie..- Ela sorriu..- Então, eu quero esclarecer uma coisa..- Ela me olhou atenta..- É que não quero que pense mal de mim só porque o Justin está dormindo lá em casa sabe, é que..- Ela me interrompeu
- Pattie : Ei querida não tem com que se preocupar, eu sei que é uma moça de família, e que vocês dois se respeitam, e mesmo que fizessem alguma coisa eu não tenho nada a ver, vocês são namorados e uma hora isso vai acontecer, não se preocupe comigo, além de sogra sou sua amiga e pode ter certeza que nunca aprovei tão bem uma namorada dele como estou aprovando você..- Ela sorriu me aliviando
- Evellyn : É que você pode está pensando que sou uma safada que leva namorado pra dormir em casa..- Ela sorriu
- Pattie : Claro que não minha linda, já fui da sua idade, e outra meninas que não prestam eu conheço de longe..- Sorrimos..- Tipo uma amiguinha dele, uma tal de Selena..- Olhei pra ela incrédula, como ela sabe dela ?..- Calma, ele nunca trouxe ela aqui não, esbarrei com ela uma ou duas vezes nas festas que ele dá e pelo amor de Deus...- Sorrimos. Ufa, pelo menos pensamos igual, já amo essa minha sogra..
- Evellyn : Que bom que pensamos iguais..
- Pattie : Mais me conta, já viu o Justin de cueca ?..- Vi até sem.. Sorri
- Evellyn : Já, parabéns, você criou uma obra de arte..

Justin on
Eu estava descendo as escadas quando escuto as duas falando de alguém, ou melhor, de mim.. Parei e fiquei escutando
- Pattie : Ai obrigada, ele é mesmo muito lindo, tenho um orgulho danado dele..- Elas sorriram
- Evellyn : Imagino.. Ele deve ser cobiçado por muitas .
- Pattie : É, tudo periguete sem classe..- Elas sorriram
- Evellyn : Não sei se devo falar isso, mais eu tenho medo de não ser suficiente pra ele tanto mentalmente como físicamente..- Minha mãe olhou pra ela séria
- Pattie : Menina que bobagem é essa ? Claro que é suficiente pra ele, você é madura e sabe lidar com as coisas, e de corpo é linda, como os homens dizem '' é uma gostosa ''..- Elas sorrirem e até eu não me contive, mais sorri baixo
- Evellyn : Acha que na nossa primeira vez eu vou está a altura dele ?..- Abri a boca em um perfeito '' o '' , a Ever perguntando isso. É,  agora sei do que elas conversam ..
- Pattie : Claro que sim meu amor, não se preocupe com isso, ele te ama e garanto que você é a mulher certa pra ele..
- Evellyn : Obrigada..- Ela sorriu
- Pattie : Quando quiser umas dicas estou aqui..- Sorriram e se abraçaram, meu Deus..Acho que elas não falariam mais nada de interessante então eu fingi está descendo e elas me olharam
- Justin : Do que falavam ?
- Pattie : Sobre coisas de mulher...
- Justin : Se essas coisas não for nenhum homem..
- Evellyn : Claro que não amor..
- Pattie : Estávamos falando do dia que comemos uma uva pela primeira vez..- Elas sorriram. Mais fácil uma banana, sorri, mais logo fechei a  cara
- Justin : Engraçadinhas..Vamos amor..- Ela levantou e se despediu da minha mãe
- Evellyn : A casa é toda sua..- Ouvi ela cochichar e quando se soltaram eu já estava com meu rostinho agradável
- Pattie : Que foi filho ?
- Justin : Por que a casa é toda sua mãe ? Quem vai vim pra cá ?
- Pattie : Ninguém filho..
- Evellyn : A casa é toda dela porque um garoto chamado Justin não vai está aqui enchendo..- Minha mãe me abraçou e me deu um beijo na bochecha, continuei olhando pra ela sério que sorriu...- Anda amor, vamos..- Elas sorriram e a Ever saiu me puxando, fiz o gesto que tava de olho nela e sai, entramos no carro e fiquei olhando pra ela
- Evellyn : Lá vem, que foi ? ...- Continuei calado..- Amor para, eu tava só zoando com você meu dengo..- Ela me beijou, a sacanagem..Paramos o beijo e liguei o carro

(...)

Evellyn On

Chegamos em casa e todos já estavam lá fazendo bagunça, entramos e cumprimentamos todos..
- Ryan : Já tava com saudades..- Sorrimos
- Chris : Também..
- Chaz : Viadagem..- Falou entediado
- Alfredo : Né..
- Caitlin : Viadagem né, e quem era que tava só falando neles lá em casa hoje ?..- Olhou pro Chaz que sorriu
- Sheron : Só faltavam chorar
- Alfredo : Cala a boca Sheron..
- Sheron : Vem calar..- Todos sorriram e fizeram '' Vishe ''
- Chaz : Eu calava...
- Alfredo : Quer mesmo que eu cale ? Porque do jeito que eu calo é difícil não se apaixonar ..- Se gabou sorrindo de lado e ela revirou os olhos
- Sheron : Quem fala demais não faz nada...- Os meninos sorriram
- Evellyn : Fredo ela ta desafiando..
- Alfredo : Deixa ela..
- Alice : Depois os meninos que são gay, porque se eu fosse homem tinha calado a boca dela agora..
- Alfredo : Prefiro fazer sair outro som da boca dela..- Eita porra, todos se entreolharam e depois sorrimos, quanta safadeza..
- Caitlin : Que ousadia...- Ainda sorrindo
- Suany : Eita Sheron..
- Sheron : Ele vai levar é uns tapas, isso sim..
- Ryan : Sei, ta doida pra dar uns beijos nele que eu sei..
- Caitlin : Ta mesmo..- Ela olhou pra ela e deu um tapa
- Sheron : Para de mentir Caitlin..- Sorrimos
- Alice : Olha, pega mais não se apega..- Sorrimos
- Alfredo : Duvido, essa dai se apega até com mato..- Sorrimos e ela tacou uma almofada nele
- Kelvin : Quando ver assim vão terminar namorando..
- Sheron / Alfredo : Deus me livre..
- Evellyn : Vou tomar um banho..
- Alice : Também..
- Kelvin : Vão escolhendo um filme ai enquanto banhamos, vem amor...- Subimos e eles ficaram lá em baixo escolhendo o filme... Justin quis subir também, não desgruda de mim..Entramos e fui fazendo um coque no cabelo, ele sentou na cama e começou a tirar a roupa, fui pro closet tirar os acessórios e me despi, tirei a roupa ficando só de calcinha, coloquei o sutiã, já que o vestido que eu tava era de bojo, ele já deve ter ido pro banheiro mesmo..

Justin On

Eu já ia pro banheiro, mais preferi ir até o closet nas pontas do pé, nem consegui piscar quando vi ela ali perfeitamente de calcinha e sutiã, meu Deus..Me perdi e senti meu corpo se acender como uma chama, me arrepiei todo e senti meu amiguinho acordar, porra..Me encostei na parede de fora e fechei os olhos, mais ela tava ali na minha mente de costa com aquele bumbum perfeito, respirei fundo e apareci na porta a encarando, ela me viu pelo espelho e ficou me fitando, depois se virou lentamente e eu mordi os lábios..

- Evellyn : Pensei que já estava no banho ..- Sorriu e eu olhei ela de cima até em baixo
- Justin : Éer e-u tava..Quer dizer, eu ia pro banho, mais ai vim te ver...- Que merda to até gaguejando
- Evellyn : Ata..- Pegando uma toalha
- Justin : Espera..- Me aproximei e ela me olhou com o olhar mais inocente e safado do mundo, caralho.
- Evellyn : Que foi amor ?..- Ela se aproximou e a voz dela parecia uma melodia, olhei várias vezes pra boca dela e depois fechei os olhos, eu tenho que me controlar..
- Justin : Nada amor, só estou pensando na sorte que eu tenho de namorar uma menina tão linda como você...- Sorri..- E gostosa pra caralho..- Sorrimos e me afastei..- Vou banhar..- Ela pegou no meu braço e se aproximou de novo, se eu fizer besteiras a culpa vai ser dela..
- Evellyn : Espera, também tenho a sorte de te namorar..É uma obra de arte, esse seu corpo, seus braços tatuados..- Passando a mão lentamente neles..- Essa barriga..- Arranhando ela lentamente, caralho..- Esse cabelo..- Puxando ele de leve, mordi os lábios e fechei os olhos..- Esse rostinho de bebe..- Acariciando..- Essa boca..- Passando os dedos. Me arrepiei e dei uma mordida leve no dedo dela, abri os olhos e ela me encarava apaixonada e ao mesmo tempo um pouco maliciosa..- Esse desejo em mim está só aumentando..
- Justin : Mais eu sei que no fundo você ainda está com medo, sei que não está preparada..
- Evellyn : Como sabe ?..- Ainda acariciando meus braços, que tortura..Cheguei bem perto do ouvido dela e sussurrei
- Justin : Porque quando seu desejo chegar no limite, nada vai impedir de se entregar pra mim, nem mesmo esse medo..- Senti ela apertar meus braços e continuei..- Por isso que vou esperar calmamente por esse dia, porque é nesse dia que nossos corpos vão virar um só..- Coloquei minha mão entre os cabelos dela e fiz ela me encarar, nos fitamos intensamente e ela entreabriu os lábios, provocadora..
- Evellyn : Me beija logo..- Sorri e colei nossos corpos, desci a outra mão pra cintura dela, mais não me contive e tive que descer mais, apertei o bum bum dela e ela passou as mãos no meu pescoço..

Evellyn On

Depois daquelas palavras que arrepiou até minha alma ele tinha que me beijar..Os arrepios iam só aumentando a cada apertada que ele dava na minha bunda e a cada fez que eu sentia a intimidade dele pulsar contra a minha, nos separamos por falta de fôlego e eu me afastei dele, olhei ele de cima até em baixo, depois subi e parei onde não devia, ele tava de cueca vermelha com uma puta ereção, olhei pro rosto dele que me olhava sorrindo de canto, me arrepiei de novo, porra..
- Evellyn :  Vai banhar amor, anda anda..- Me virei de costa e senti ele me abraçar por trás, fechei os olhos abaixando a cabeça e soltei um suspiro, mordi os lábios e quando levantei vi ele me olhar pelo espelho, e pra terminar de me matar, ele começou a dar vários beijinhos no meu pescoço, me derreti e joguei o pescoço pra trás lentamente, as mãos dele não parava, subia e descia pelo meu corpo, ele me pressionava e eu sentia seu membro, eu não vou aguentar tanta tentação..
- Justin : Vou banhar, se não seu medo vai acabar indo embora antes da hora..- Mordeu meu pescoço e saiu antes que eu falasse alguma coisa, passei a mão no rosto e respirei fundo, me olhei no espelho e balancei a cabeça tentando espantar esses pensamentos perversos de mim..

(...)

Tomamos banho e estávamos no closet, eu me passando creme e ele me olhando atento, terminei de passar creme e peguei a roupa que eu ia vesti, ele logo pegou e ficou me olhando
- Justin : Acha mesmo que vai vestir esse sutiã ?
- Evellyn : Isso é uma blusa amor..- Sorri
- Justin : Pra mim é um sutiã, olha o tamanho disso Evellyn ?..- Tava demorando
- Evellyn : A nem Justin não começa, vou vestir é essa roupa ai e pronto..
- Justin : Não vai ! ..- Levantou e foi até minhas roupas e começou a mexer, fiquei parada e minutos depois ele me entregou uma blusa, olhei pra ele e sorri ainda tentando assimilar o que ele tava fazendo, escolhendo roupa pra mim ? Fala sério..
- Evellyn : Não vou vesti essa blusa..- Peguei o short e comecei a me vestir
- Justin : Evellyn coloca logo essa blusa..- Me olhou sério
- Evellyn : Me obriga. Que saco..- Cruzei os braços e fechei a cara, ele me pegou pelo braço e começou a me vestir, tentei me soltar mais não adiantou, ele fez eu colocar a blusa, garoto chato. Quando eu já estava vestida percebi o quanto ele fica sexy sério e mandão, até assim é lindo, ele me olhou ainda sério e eu sorri..
- Justin : Que foi ?..
- Evellyn : Não quer escolher minhas calcinhas e sutiãs também não ?..- Ele continuou sério e me puxou pra perto dele
- Justin : Se eu for escolher, vou preferir você sem nada..- Me encarou e eu delirei ali
- Evellyn : Se eu não fosse tão difícil, eu ia pra cama com você agora..- Me soltei dele que soltou uma risada safada, soltei meu cabelo e penteei, passei meu perfume e dei uma ajeitada na blusa que ele tinha forçado a por, af.. Me virei já pronta e olhei pra ele entediada..- Vamos senhor mandão ..
- Justin : Veja por um lado bom, você pode mandar em mim também..- Pegou na minha mão e me selou demorado
- Evellyn : Mais eu mando em você de qualquer jeito, mandando em mim ou não..- Sorri e saímos do closet
- Justin : Minha chatinha..- Sorrimos e saímos do quarto, descemos e todos estavam em silêncio
- Evellyn : Que velório é esse ?..
- Justin : Todos pensando na morte da bezerra..
- Siara : Não, a Suany não morreu ainda..- Sorrimos e a Suany fingiu sorri
- Evellyn : Cadê a Alice ?
- Raylan : Ta na cozinha com o Kelvin..

(...)

Eles chegaram com as pipocas e os sucos e fomos assistir..Já imaginam todas as palhaçadas, as risadas altas e brincadeiras com a cara do outro..Eu sou a garota mais feliz por a família que tenho, os amigos, amigas e o MELHOR namorado do mundo. Tem coisa melhor que passar o tempo com os amigos mais loucos e engraçados ? Não, não tem..

18 DIAS DEPOIS..

Se eu disser que esses doidos passaram esses dias tudo aqui em casa vocês acreditam ? Pois é se mudaram pra cá praticamente..A Maria não brigou já que todos estavam aqui, não que ela soubesse que ainda sim dormíamos sozinhos no quarto, e nem precisa saber..Eu e o Justin de vez em quando esquentamos, esquentamos mesmo, mais ele se controla e eu também, já que continuo com medo, receiosa. Ainda bem que ele é paciente e me ama, porque se não.. Conversei com a Alice e ela ta na mesma, as meninas também, ou seja, ninguém fez nada ainda, esses meninos são pra casar mesmo e nós também.. Sei que na hora certa tudo vai acontecer..Meus pais ligaram e pediram mil desculpas pro Kelvin. É, eles não vão poder vim pro aniversário dele, mais prometeram sair com ele depois pra comemorar..Decidimos ir ao clube comemorar..Então amanhã bem cedo saímos daqui, porque o clube não é aqui perto, as meninas já escolheram os biquínis delas, só falta eu, depois do almoço vou escolher..
- Maria : Deixem que eu termino..- Ela sorriu
- Evellyn : Ta, vou subir..
- Alice : Vou banhar..
- Raylan : Também, com esse almoço to fedendo só cebola...- Sorrimos
- Everton : Dois..
- Chaz : Todos pro banho então..- Subimos

Eu e o Justin entramos no quarto e ele foi banhar, depois eu..Sai do banho e vi um monte de biquínis na cama, estranhei e fui pro closet, cheguei lá e vi ele mexendo nas minhas gavetas, abri a boca, como assim ?

- Justin : Tu só tem essas pouca vergonha aqui ? ..- Vendo meus biquínis, sorri ainda não acreditando.
- Evellyn : Posso saber o que você faz mexendo nas minhas coisas ?..- Tomei os biquínis da mão dele
- Justin : Tentando escolher um pra você usar né..- Tomou de volta e saiu do closet, fiquei parada por alguns segundos e depois fui atrás dele, ele tava colocando os biquínis na cama e avaliando, como pode uma pessoa ser assim ?
- Evellyn : Não acha que sou EU que devo escolher não ?
- Justin : Não, você vai escolher o mais indiscreto, se é que tem algum discreto aqui né..- Falou olhando pros biquínis, tentei falar, mais não saiu nada, só sorri sem acreditar que meu namorado ta escolhendo até meus biquínis..Fui até ele e virei o mesmo pra mim
- Evellyn : Ta doido ? Quem vai escolher o meu biquíni sou eu..
- Justin : Ta, mais vai passar por mim..
- Evellyn : Claro que não..- Voltei pro closet e me vesti, penteei meu cabelo, passei meu perfume e fui ver meus biquínis..
- Justin : Melhor experimentar..- Deitado na cama, olhei pra ele entediada
- Evellyn : Não, eu já sei como eles ficam em mim..
- Justin : Mais eu não..
- Evellyn : Vai ver amanhã..- Sorri irônica e ele me fuzilou

Depois de uns minutos, escolhi..

- Justin : Esse não, ta doida é ? Olha isso aqui, vai cobri o que ai, me diz ?..- Sentando na cama
- Evellyn : Vai cobri o que tem que cobri..
- Justin : Ta brincando né ? ..
- Evellyn : Não to brincando, vou com esse mesmo..
- Justin : Ta..- Olhei pra ele... Ta ?
- Evellyn : Vai aceitar assim fácil ? ..- Olhei pra ele que nem me deu bola
- Justin : Quer ir com esse ? Então vai..
- Evellyn : Por que mudou de ideia assim tão rápido ?
- Justin : Porque você está certa, cada um escolhe o seu..- Olhei pra ele e pensei alguns segundos, espera..
- Evellyn : Amor você vai de que ?..- Ainda não tinha pensando no que ele ia, aposto que mudou de ideia porque ta pensando em ir naquelas sungas ousadas, trocando de biquíni em três, dois, um..
- Justin : Sunga..- Sorriu..- Branca..- Olhei pra ele séria, ele não é nem doido..
- Evellyn : Mais neeeem pensar..
- Justin : Opa, cada um escolhe o seu, então fica com o seu que eu fico com o meu..
- Evellyn : Não amor, pode escolher o meu..- Ele sorriu vitorioso e começou a ver os biquínis, era impressionante a atenção dele olhando cada um cautelosamente, meu bebe é tão ciumento..
- Justin : Esse..- Me mostrou um lindo e eu sorri
- Evellyn : Ta..
- Justin : É o menos ousado..
- Evellyn : Agora vamos ver o que você vai vestir
- Justin : Já disse, de sunga branca..- Sorriu e eu bati nele
- Evellyn : Pode ir..- Ele me olhou surpreso...- Mais já vai solteiro..- Sentir ele me abraçar e me jogar na cama
- Justin : Credo amor, não fala uma coisa dessa não..- Ele deitou por cima de mim e nos olhamos
- Evellyn : Falo sim, vai de sunga branca Justin vai..- Tentei bater nele, mais ele não deixou, segurou meus braços e me roubou um selinho
- Justin : Claro que não, vou de sunga preta pode ser ?
- Evellyn : Vai de calça pode ser ?
- Justin : Pode, se você for de calça também..
- Evellyn : O que tem de bonito é pra se mostrar ..- Ele me olhou sério
- Justin : E eu tenho que ir de calça é ? Mais tu é bonita..
- Evellyn : Linda..- Corrigi ele sorrindo
- Justin : E gostosa também..- Sorriu malicioso
- Evellyn : Então, você pode ir de sunga preta, eu deixo..
- Justin : Ta bom ..- Ele sorriu..- Agora eu quero um beijo..- Nem deu tempo de responder....

(...)

Descemos e almoçamos, depois fomos pra sala
- Ryan : Agora bateu uma preguiça..
- Chaz : Dois mano..
- Chris : Vou é dormir daqui a pouco..
- Alfredo : Três mortos..
- Caitlin : Tu não pode falar nada né..
- Alfredo : Cala a boca..
- Caitlin : Vem calar ..
- Alfredo : Olha que eu vou em..- Sorrimos
- Everton : Era a Sheron, agora é a Caitlin mano..
- Alfredo : É as duas ..- Sorrimos e elas reviraram os olhos
- Cailtlin : Ô coitado..
- Sheron : Sonha meu amor..
- Alfredo : Já sonhei..- Sorriu malicioso
- Sheron : Não quero nem saber desse seu sonho..
- Justin : Tem certeza que não quer ?
- Sheron : Teeeenho..- Sorrimos
- Ryan : Vou tirar um cochilo galera..- Levantando
- Chaz : Também..
- Evellyn : Huuuuum...- Sorri e eles me olharam maliciosos
- Ryan : Tampem os ouvidos o Chaz é escandaloso..- Gargalhamos e fomos subindo
- Chaz : Aí não em, a mulher da história é você..- Ele passou a mão na bunda do Ryan que deu um empurrão nele e sorrimos
- Ryan : Ei tira a mão daqui, isso só pertence a mim..- Tampando com as mãos
- Chaz : Ontem não disse isso..
- Ryan : Porque o que pertence ta na frente viado..- Sorrimos
- Alice : Os dois são mulherzinha e pronto..
- Ryan : Nada disso gatinha..- Chegamos no corredor com os meninos falando besteiras e cada um entrou no quarto..
- Justin : Dois gay..- Fechando a porta, deitamos e ligamos a TV
- Evellyn : É..- Sorri
- Justin : Esses são os melhores dias da minha vida sabia ?
- Evellyn : E da minha..- Virei de lado e ficamos nos olhando, ele passou a mão delicadamente no meu rosto e fechei os olhos, nos aproximamos e abri meus olhos que foi de encontro com o dele que estavam intensamente mais escuros, quando os olhos dele fica assim já sei que ele está mais que louco pra me beijar, entreabri os lábios e passei a língua lentamente nos mesmo, ele olhava atento para cada movimento que eu fazia, olhei pra boca dele e em seguida olhei pra ele da forma mais inocente e desejável do mundo..
- Justin : Que covardia do caralho mano..- Ele pegou na minha cintura forte e eu quase gemi, encostei nossos lábios e já sentia o calor das nossas respirações
- Evellyn : Você as vezes é covarde comigo também, então não reclame..- Falei baixo e acariciei o rosto dele
- Justin : Não sabe o quanto eu te desejo garota..- Ele fechou os olhos e passou o dedo indicador nos meus lábios..- Essa boca..- Foi descendo a mão, chegou nos meus seios..- Esses seios..- Desceu mais..- Essa barriga..- Apertou e eu arfei, ele apertou de novo, eu respirei fundo,  ele sorriu ainda de olhos fechados, desceu mais..- Esse bumbum. Meu Deus, apertou e eu mordi os lábios, ele abriu os olhos e me fitou, apertou mais forte e eu me segurei, ele apertou de novo e eu continuei me segurando, ele chegou bem perto do meu ouvido, deu um tapa na minha bunda seguido de um aperto e não aguentei, gemi e ele mordeu minha orelha, me arrepiei, caralho..- Achei que ia continuar segurando, eu vou esperar pra ver até quando vai conseguir prender esse desejo que está ai dentro de você, mais enquanto isso..- Deu uma pausa e eu continuei me arrepiando..- Enquanto isso, paramos por aqui, ele sorriu e eu abri meus olhos, nos olhamos..
- Evellyn : E quem disse que eu quero parar ?...- Ele me olhou por alguns segundos


Acho que agora vaaaaai em...





29 de abril de 2018

Nothing is by chance - Cap 59 - Uma pessoa inesperada.

Esse filha da mãe adora me ver assim, toda arrepiada e louca pra me entregar pra ele, só porque sabe que estou perdendo as forças e quase cometendo uma loucura..

- Justin : Não vai falar nada á respeito desse arrepio que sentiu agora ?..- Senti ele colocar o rosto na curvatura do meu pescoço
- Evellyn : Não sei que arrepio, vamos dormi...
- Justin : Jura que não sentiu nada amor ?
- Evellyn : Você disse que tava com sono..
- Justin : Me responde, ou melhor, admite logo que sentiu um arrepio percorrendo seu corpinho maravilhoso..- Ele passou a mão lentamente pelo meu corpo e era impossível não senti nada com aquela mão ..
- Evellyn : Se já sabe pra quê pergunta ?
- Justin : Pra te encher a paciência ..
- Evellyn : Só de chato que é..
- Justin : Sou chato né..- Ele virou pro outro lado e eu sorri
- Evellyn : Prefere ficar pra ir do que abraçado comigo ?
- Justin : Sim, sou um chato..
- Evellyn : Para de drama amor, vem, você vive me chamando de chata..- Peguei no braço dele e puxei, mais ele tava fazendo força..- Amor vem..- Falei manhosa e ele me olhou
- Justin : Não me convenceu..
- Evellyn : Amor deita de conchinha comigo por favor, você não é chato não, é meu bebezinho que eu amo muito, vem..- Fiz biquinho e ele deu um selinho demorado
- Justin : O problema é que eu te amo e não resisto, só por isso..- Sorrimos
- Evellyn : Que ótimo..- Ficamos de conchinha e ele ficou fazendo cafuné até eu dormi

(....)

Acordei com uma preguiça, senti o braço do Justin sobre minha cintura e sorri, me virei lentamente e olhei pra ele, tão meigo dormindo, levantei com dificuldade pois o braço dele pesa né, e fui no banheiro. Sai do banheiro e ele tava todo esparramado na cama, folgado. Peguei meu celular e desci, todos ainda dormiam, então fui pro sofá, quando ia me sentar a capanhia toca..Será que são meus pais ?? Ai meu Deus..Levantei com receio e fui abri a porta, sorri aliviada ao ver a Suany parada me olhando..
- Evellyn : Entra amiga..- Sorrimos nos cumprimentamos e ela entrou
- Suany : Posso saber por que não foram pra faculdade ?..- fechei a porta
- Evellyn : Achei que tivessímos avisado vocês..- Sentamos
- Suany : To brincando..Cadê todo mundo ?
- Evellyn : Estão dormindo..
- Suany : Ata, eu vim buscar a Siara, nossos pais já nos ligaram procurando que dia vamos pra casa..- Sorrimos
- Evellyn : Bem que vocês podiam passar esses dias aqui né..
- Suany : É, quem sabe você ligando lá em casa eles não deixa..
- Evellyn : Vamos fazer assim, quando todos acordarem vamos na casa de vocês e pedimos..
- Suany : Ta bom..

Liguei a TV e ficamos assistindo até todos acordarem, comunicamos que ia pra casa das meninas e todos assentiram..
- Evellyn : Vamos banhar rapidinho..
- Siara : Eu e o Kelvin já banhamos, fazemos companhia para a mana aqui..- Nos entreolhamos e todos sorriram
- Siara : Banhamos separados..- Revirou os olhos e subimos

Entramos no quarto e o Justin foi logo tirando a roupa, socorro.

- Evellyn : Amor ta tirando a roupa por que ? Sou eu que vou banhar primeiro..- Sorri
- Justin : EU vou banhar primeiro..- Tirando a bermuda ficando só de box vermelha
- Evellyn : A nem amor, deixa eu, vai ser rapidinho..
- Justin : Não, eu sou bem mais rápido que você..
- Evellyn : Chato ! - Bufei e vi ele se aproximar
- Justin : Mais se quiser podemos banhar juntos..- Deu aquele típico sorriso safado e eu olhei pra ele e sorri maliciosa
- Evellyn : É ?..- Ele assentiu..- Mais eu não quero, então se vai banhar cuida logo..- Fechei a cara e ele me olhou entediado
- Justin : Depois o chato sou eu..- Ele sentou na cama
- Evellyn : Que eu saiba o banheiro é ali..- Apontei pro banheiro..- E não ai..- Olhei pra ele
- Justin : Tem cinco segundos pra entrar no banheiro e banhar..- Revirou os olhos e sorri, em questão de segundos tava em cima dele enchendo-o de beijinhos, mais levantei quando vi ele começar a me apertar. Jesus por quanto tempo eu vou conseguir controlar essa vontade dele..Entrei no banheiro tirando a roupa e vi ele me fitar, sorri, dei língua e fechei a porta, tranquei né, vai que ele entra aqui, ai nem ele responde por ele e nem eu por mim..Terminei o banho e quando sai fui direto pro closet e ele pro banheiro, mais antes ouvi ele fazer psiu e olhei pra trás, ele tava completamente nu com as mãos na frente
- Justin : Quero ver se é corajosa agora..- Virei imediatamente pra frente e corei, ele não podia me ver corada..- Sabia que era medrosa..- Sorriu e ouvi o barulho da porta fechando, me virei de volta e ele tava sorrindo encostado no portal com os braços cruzados, percorri todo o corpo dele e parei naquele rostinho ..
- Evellyn : Você não vale nada, e eu não tenho medo sabe por que ?..- Ele continuou me olhando ..- Por que isso ai não faz nem cócegas..- Vi ele abri a boca, soltei uma gargalhada e corri pro closet e tranquei a porta..
- Justin : Pensei que ia ficar aqui pra ver se fazia cócegas besta..- Sorri e ouvi ele caminhar, deve ter ido pro banheiro, destranquei a porta e fui procurar uma roupa..

 Calcei uma sandália rasteira e arrumei o cabelo, passei um batom escuro e me perfumei, tava dando os últimos retoques quando ele abre a porta
- Justin : Pensei que ainda tava trancada..- Olhei pra ele pelo espelho e sorri
- Evellyn : Nossa amor, por que estaria ainda trancada ?
- Justin : Não sei, talvez tenha medo de entrar alguma cobra aqui..- Não contive e soltei uma gargalhada, que idiota mano.
- Evellyn : Entendi..- Ainda sorrindo..
- Justin : Olha que ela entra viu, ai quero ver esse sorriso continuar no seu rosto..- Ele começou se vestir e foi arrumar o cabelo, lá se vai anos ..

(...)

Terminamos de se arrumar e descemos, todos prontos, falamos com a Maria e fomos pras meninas..Chegamos lá e teve toda aquela apresentação..
- Sinara : Ficam pro jantar meninas e meninos..- Sorriu simpática a mãe delas..
- Sidney : É, vai ser uma honra..
- Alice : Ficamos sim..
- Siara : Amor vou banhar..- Agora que me toquei do Kelvin aqui, o cretino veio pedir a mão dela e nem nos contou como foi..
- Kelvin : Ta..
- Justin : Amor olha esse decote..- Tava demorando, ele falou discretamente
- Evellyn : Justin aqui não por favor, lá em casa tu não disse nada..
- Justin : Não disse porque não prestei atenção..
- Evellyn : Para de ciúmes...- Bufei
- Sinara : Fiquem a vontade, vamos ver como está se saindo o jantar, eles saíram e ficou só nós na sala..
- Suany : Devia ter pedido pro Everton vim pra cá..- Bufou
- Raylan : Eita saudades..- Sorrimos
- Alice : Chama ele, ai depois daqui vamos lá pra casa..
- Suany : Ta, vou banhar...- Ela subiu

(...)

As meninas já tinham banhado e o Everton já tinha chegado, estávamos na sala jogando conversa fora quando a capanhia toca. A Suany levantou e foi abri, continuamos conversando..
- Alice : Foi mass..- Ela parou de falar olhando pra porta com uma cara estranha, todos olharam pra porta e eu não quis acreditar nas pessoas que estavam bem ali cumprimentando a Suany ...





Eeeeeeeeeita.. Quem será ?

Nothing is by chance - Cap 58 - O desejo a flor da pele
Eles agarraram as meninas e começamos uma sessão de beijos..

(...)

- Evellyn : São bons na cozinha viu, o suco ta muito bom..- Falei sentada no sofá com as meninas enquanto eles estavam em pé nos olhando entediados
- Justin : Já terminaram ? Temos que levar os copos senhoras ..- Falando como um garçom
- Evellyn : Como ensinei ?..- Ele revirou os olhos
- Justin : Desculpe, senhoritas..
- Raylan : Não sei pra que apostamos..- Sorrimos deles, que fofos, tão obedientes..
- Evellyn : Vamos levar os copos gatinhos..- Levantamos
- Siara : É, já que tiveram o trabalho de fazer o suco
- Alice : Fofos..- Sorrimos
- Justin : Não, nós levamos, fazemos questão..
- Evellyn : Não, por que querem levar ? Poucos minutos antes não estavam reclamando..Vem meninas..- Fomos pra cozinha
- Maria : Já terminaram meninas ?..- Assentimos..- Tava bom ?
- Evellyn : Ótimo..- Sorri
- Maria : Ai que bom, eu sempre faço da fruta, mais as laranjas acabaram..- Tentei assimilar e olhei pras meninas, não acredito que esses idiotas nos enganaram..Aliás cadê os engraçadinhos
- Alice : Ta explicado..
- Siara : Espertinhos..- Voltamos pra sala e nem sinal dele
- Evellyn : Ô engraçadinhos apareceram logo..
- Siara : Isso não se faz..
- Alice : Vamos caçar eles lá em cima ..- Subimos e cada uma foi pro quarto..

Entrei e não vi ele em nenhum lugar

- Evellyn : Amor para de gracinha, sei que ta aqui...- Fui pro closet,mais não vi ele..- Amor aparece logo..- Fui na varanda e não vi ninguém,olhei lá pra baixo e procurei ele,mais nada.Onde esse idiota ta ?... Quando eu ia me virar senti alguém tampar meus olhos e sorri, é impossível não conhecer esse cheiro..- Eu sei que é você amor..
- Justin : Aqui não é quem está pensando gatinha..- Ele falou com a voz grossa e gargalhei
- Evellyn : Para de ser idiota garoto..- Tentei tirar as mãos dele dos meus olhos, mais ele não deixou ..
- Justin : Ele não precisa saber o que vai acontecer entre nós dois..- Ainda com a voz grossa
- Evellyn : Ele quem ?..- Entrei no jogo
- Justin : Seu namorado..
- Evellyn : Não precisa mesmo..- Sorri..- Porque não tem como saber de uma coisa que não vai acontecer, ele é meu namorado, como quer que eu o traia ?
- Justin : É fiel a ele então ?
- Evellyn : Quando temos a pessoa certa do nosso lado não precisamos de mais ninguém, ela é o suficiente para nossa felicidade..- Ele me virou e nossos olhares se cruzaram como se fosse a primeira vez, ele entrelaçou minha cintura e eu coloquei as mãos no pescoço dele e fitei aqueles lábios entreabertos..
- Justin : Sou mesmo o suficiente pra você ?
- Evellyn : Não..- Pensei..- É mais que suficiente..- Vi um pequeno riso se formar nos lábios dele e depois só senti o refrescante hálito de menta que só ele tem..

Paramos o beijo por falta de ar e sorrimos ..
- Justin : Minha princesa linda, eu te amo demais..- Me abraçou forte, esse abraço dele me faz senti protegida, amada, sendo cuidada, me sinto tão frágil longe dele e tão corajosa entre os braços dele, dentro desse abraço que me aquece e me faz amar ele cada dia que passa mais e mais..Abracei ele forte
- Evellyn : Eu que te amo mais, pra sempre sua..
- Justin : Pra sempre seu..
- Evellyn : Vem..- Peguei na mão dele e entramos pro quarto, sentamos na cama..
- Justin : Que foi ?
- Evellyn : Amor você acredita mesmo em mim ? Acredita que eu não te enganei ? Que eu não te usei ?..Olha, se estiver comig...- Ele colocou o dedo indicador na minha boca e fez silêncio baixinho
- Justin : Ei, eu acredito em você, acha mesmo que estaria aqui falando isso tudo só por falar, pra que ? O que eu ganharia com isso ?
- Evellyn : Ganharia eu iludida por você, do mesmo jeito que gostava de mim e imaginava eu ter te enganado, você se ving..- Ele me interrompeu de novo
- Justin : Ei, eu não te dei permissão pra falar, mais já que falou, vamos esclarecer uma coisa.- Sorri..- ..Eu não sou assim Ever, eu não iludo as pessoas, e mesmo que você tivesse feito isso eu não faria a mesma coisa, eu ia só me magoar mais, e na verdade eu que iria me apegar, me iludir, porque me apaixonei por você desde o primeiro dia em que te vi, acha que eu conseguiria segui com o plano depois de dois dias do seu lado ? Te tendo como minha ?.. Amor, eu acredito em você, eu sei que não me enganou, acho que seria muita crueldade Deus colocar você de novo na minha vida pra me enganar, não acredito que toda essa sua doçura seja uma farsa, que me enganaria assim só pra me machucar, eu sinto que você também me amou naquele dia, no primeiro olhar, o nosso erro foi não ter admitido..- Olhei profundamente pra ele e senti uma enorme vontade de sorri e abraçar ele forte
- Evellyn : Amor eu te amei sim no primeiro dia, no segundo, no terceiro, no quarto, e amo até hoje, ainda mais..Eu juro que não te enganei..- Abracei ele forte
- Justin : Eu sei, posso te contar uma coisa, mais tem que me prometer que não vai falar nada ou ficar brava..- Desfiz o abraço e olhei pra ele atenta..
- Evellyn : Fala ..
- Justin : Não ouvi você prometendo..- Bufei
- Evellyn : Ta..- Ele me olhou entediado..- Eu prometo, fala logo..
- Justin : A Alice que abriu meus olhos naquele dia que faltou na faculdade, ela foi lá conversar comigo e me ajudou a entender que eu poderia está errado..
- Evellyn : Então mudou de ideia só porque ela conversou contigo Justin ?
- Justin : Não amor, ela me ajudou, ta vendo eu nem deveria ter falado nada..- Vi ele bufar e pensei alguns segundos.. É, ela me ajudou, ele não tinha ninguém pra comprovar a minha versão, tava perdido, tenho que entender também..
- Evellyn : Ta amor, não to brava, entendo que você precisava de alguém pra te abri os olhos, pra te ajudar a entender tudo..- Ele me olhou, não sorriu com os lábios, mais com os olhos..
- Justin : Nem com ela ?
- Evellyn : Por que estaria com raiva da pessoa que me trouxe você..- Sorri e fingi está pensando..- Nem em sonho né, só tenho que agradecer..- Ele sorriu e me selou rápido
- Justin : E muito..- Convencido..
- Evellyn : Metido..
- Justin : Olha quem fala..
- Evellyn : Eu não sou metida..
- Justin : Não ?..- Fazendo caras e bocas
- Evellyn : Não idiota..- Sorri
- Justin : Que ? Me chamou de que ?..- Colocando a mão no ouvido..- Empurrei ele que me puxou junto
- Evellyn : De idiota, agora me solta ..
- Justin : Não, só se me beijar..
- Evellyn : Não..- Sorri e ele me prendeu com as pernas ..- Me solta amor..- Ele me virou e quando vi ele já tava em cima de mim me fazendo cécegas..- Pa-ra a-mor ..- Tentei falar
- Justin : Vai me beijar ? ..- Ele parou e eu respirei ofegante, balancei a cabeça negativamente e ele começou de novo..
- Evellyn : Ta eu..- Sorrindo..- Beijo..- Ele parou e me olhou, puxei ele pela camisa, entrelacei minhas pernas na cintura dele e opa, acho que me arrepiei..Nos olhamos e não pensei, simplesmente beijei ..

Paramos por falta de ar e sorrimos

- Justin : A risada mais linda é a sua..
- Evellyn : Então valorize, porque só você tem esse privilégio de me ver sorrindo assim..
- Justin : To valorizando..

(...)

- Evellyn : Amor estou com fome..- Estávamos deitados assistindo
- Justin : Vamos descer ..
- Evellyn : Vamos, o que vai fazer ?..- Ele me olhou rápido
- Justin : Eu ?

Na hora que ia falar bateram na porta..

- Evellyn : Entra..- Vi a Alice entrar com a Siara
- Alice : Justin cunhadinho lindo, seus amigos estão te esperando na cozinha, hoje o almoço é por conta de vocês..- Sorrimos e ele nos olhou sério
- Justin : QUE ? Eu não sei cozinhar gente..
- Siara : Sabe sim, se viram..
- Justin : Não vou não..
- Evellyn : Anda amor..- Levantei e fui saindo com as meninas
- Justin : Não..
- Evellyn : Tem dois minutos pra ta lá em baixo..- Ouvi ele bufar e descemos, chegamos na cozinha  e os meninos estavam emburrados..
- Maria : Meninas tem certeza ?..
- Kelvin : Aí na boa nunca cozinhei..
- Raylan : Nem eu, deixa a Maria..
- Justin : Essas meninas inventa..- Ouvi a voz dele e sorrimos, que bom que veio..
- Evellyn : Não sei se os engraçadinhos lembra que apostamos que quem perdesse ia obedecer quem ganhasse, então obedeçam..
- Siara : E ainda mentiram dizendo que tinham feito o suco..
- Alice : Cuidam logo, vamos pra sala...- Fomos saindo
- Evellyn : Vem Maria, pra não correr o risco de você fazer o almoço também..- Ela sorriu e saímos, eles bufaram

Justin on

Não acredito que vamos ter que cozinhar, só elas mesmo pra fazer isso, não sei nem fritar ovo..Olhei pros moleque e sorrimos
- Raylan : Porra não sei fazer nada..
- Kelvin : Sei fazer arroz, feijão e bife..- Sorrimos
- Justin : Então começa ai mano..
- Kelvin : Me ajudem né seus gay, pegam as coisas ai..
- Justin : O que uma mulher não faz..- Falei entediado e fui pegar as coisas
- Raylan : O que AS mulheres faz, folgadas..
- Kelvin : Mais o que somos sem elas ?..- Sorrimos maliciosos
- Justin : Nada, então vamos caprichar no almoço..

(...)

Terminamos o almoço e fomos chamar as meninas
- Justin : Ei donzelas o almoço está pronto..- Elas sorriram e levantaram, fomos pra cozinha
- Siara : Pelo menos ta com um cheiro agradável..
- Alice : Mais continuo com medo da digestão..- Sorrimos
- Kelvin : Nossa quanta graça né..- Fingiu sorri..
- Raylan : Não somos tão ruim assim né..
- Justin : Elas deveriam agradecer que fizemos..- Revirei os olhos
- Evellyn : E que vão nos servi também né..- Sorriu e olhei pra ela sério, juro que ia dizer um não, mais vamos lá né..Começamos a servi as folgadas e depois nos servimos
- Evellyn : Maria senta com a gente também..
- Justin : É Maria..- Levantei e comecei servi ela também
- Maria : Não meu filho, não precisa me servir..- Ela sorriu incomodada, mais continuei servindo
- Justin : Você eu sirvo com maior prazer, não é folgada..- Eu e os meninos sorrimos e as meninas me encararam.. Sentei e começamos a comer
- Evellyn : Gente..- Todos olharam pra ela, meu Deus será que a comida ta ruim ..- Estão de parabéns..- Sorriu e nos aliviamos
- Kelvin : Fala uma novidade ai..- Sorriu se gabando
- Alice : Abaixa a bola ai gatinho..
- Kelvin : Ta abaixada..- Sorrimos e elas olharam entediadas
- Raylan : Um brinde aos casais mais lindos..- Ele pegou o copo de suco e brindamos

(...)

Depois do almoço as meninas lavaram as louças, retiramos a mesa e depois de tudo limpo fomos pra sala
- Justin : Ainda estou com sono, ontem dormimos tarde e acordamos cedo hoje..
- Evellyn : Também, vamos dormir um pouco..- Todos assentiram e subimos. Entramos no quarto dela e eu respirei aquele aroma maravilhoso, me joguei na cama e ela logo em seguida, nos olhamos e eu sorri..
- Justin : Amor ?..
- Evellyn : Oi ..- Ela me olhou
- Justin : Não vejo a hora de você ser minha mulher, da gente está casado vendo nossos filhos correndo pela casa..
- Evellyn : Também, mais não acha que vai demorar um pouquinho ?
- Justin : Acho, ainda estamos na faculdade, temos mais dois anos para concluir..- Bufei
- Evellyn : E eu preciso arrumar um emprego..
- Justin : Pra que ? Tem tudo que quer, casa, comida, roupas, calçados, tudo que uma menina precisa, seus pais te dão tudo ..
- Evellyn : Eu sei que tenho tudo, mais não é assim né, são com o dinheiro deles, e eu quero o meu dinheiro, pra ter minhas coisas com meu esforço, quero conquistar minha independência..
- Justin : Mais não precisa Ever. Quando casarmos não vai trabalhar já sabe né, vai ficar em casa cuidando das crianças..
- Evellyn : Nunca nessa vida, vou trabalhar sim, nem vem..
- Justin : E nossos filhos ? Quem vai cuidar ?..- Que coisa mais sem cabimento
- Evellyn : Acho que as mulheres chamadas babás são feitas para isso né..- Revirou os olhos
- Justin : Ta doida ?... Eles vão ter mãe, não precisam de babá..
- Evellyn : Ter mãe não significa ter elas vinte quatro horas né, vou trabalhar sim, não vou ficar em casa dependendo de homem..- Nossa
- Justin : Nossa..- Olhei pro teto
- Evellyn : Não que eu não quisesse ser mimada por você amor, mais é que eu cresci vendo minha mãe ser independente e ajudando meu pai em tudo..E quero que com a gente seja assim também, um ajudando o outro, ter nossa casa, nossos carros, quero trabalhar e te ajudar , quero ser sua mulher não só na cama, mais em todos os lugares..- Senti ela me acariciar e me arrepiei, essa mulher fala uma coisas que meu Deus do céu..Olhei pra ela e era inevitável não ver aqueles olhinhos brilhando e não se apaixonar..
- Justin : Desculpa amor, eu tava sendo machista.. Vamos casar e vai ser a vida de casados mais invejada do mundo..- Sorrimos e ela me selou ..- Te amo
- Evellyn : Te amo mais..
- Justin : Quero uns cinco a seis..- Sorri e ela me olhou sem entender
- Evellyn : Quer o que ?
- Justin : Já decidir quero seis, três meninas e três meninos..- Ela me olhou por alguns segundos e depois de assimilar balançou a cabeça negativamente
- Evellyn : Amor você ta doido ? Aonde que euzinha vou ter seis filhos..- Sorriu
- Justin : Claro que vai, quero a casa cheia, um monte de pestinhas correndo pela casa atrás de você..- Sorrimos
- Evellyn : Fala isso porque não é você que vai sentir a dor né..
- Justin : Mais sou que vou fazer eles, e na hora você não vai nem lembrar da dor, quando ver já vai ter deixado..- Sorri malicioso e ela me olhou com os olhos estreitos
- Evellyn : Claro que não..
- Justin : Claro que sim, quando eu estiver dentro de você te dando prazer não vai nem lembrar de nada, então vou por eles lá bonitinho..- Gargalhei e logo senti meu braço arder, os tapas dela dói
- Evellyn : Justin..- Me repreendeu
- Justin : Ai amor, só tava brincando..
- Evellyn : Só fala besteira..
- Justin : Então considera fazer amor uma besteira ?
- Evellyn : A cala a boca..- Virou pro outro lado ficando de costa pra mim, encostei nela e ficamos de conchinha, coloquei minha mão na cintura dela e falei bem no ouvido
- Justin : Eu duvido você falar que isso é uma besteira quando nós dois estiver na cama..- Vi os cabelos do braço dela se arrepiar e sorri, ela permaneceu calada..

Evellyn on

Esse filha da mãe adora me ver assim, toda arrepiada e louca pra me entregar pra ele, só porque sabe que estou perdendo as forças e quase cometendo uma loucura..



Beijos 


Nothing is by chance - Cap 57 - Coisas simples, mais inesquecíveis

Me arrepiei toda quando nossas intimidades se chocaram, coloquei uma das minhas mão entre o cabelo dele e puxei levemente, agora uma mão dele ta na minha cintura apertando e a outra na minha bunda fazendo a mesma coisa, já era bem nítida a ereção dele, eu nunca tinha sentido um homem assim entre minhas pernas e a sensação era tão prazerosa que a minha única vontade era de me entregar loucamente pra ele, cada vez mais ele pressionava seu corpo no meu e era um arrepio mais diferente que o outro..Paramos o beijo e ele me fitou atentamente, seus olhos estavam mais intensos e percorreu por todo meu corpo e parou lá em baixo, minha camisola tava levantada deixando a mostra minhas pernas desnudas, olhei pra ele e senti meu rosto corar..

- Justin : Tão perfeita..- Acariciando..- Espera..- Ele me olhou e sorriu bobo..- Essa cueca é minha sabia..- Sorri sapeca
- Evellyn : Sua ? Como, se isso é uma calsinha box ?
- Justin : Até parece né, eu sei que é minha, quando pegou ela em ?
- Evellyn : Naquele dia que dormiram aqui, da balada..- Sorri e ele sentou em cima de mim e segurou meus braços na cama
- Justin : E quem te deu permissão para isso, em ?
- Evellyn : Não preciso de permissão baby..
- Justin : Precisa sim, a cueca é minha..
- Evellyn : Era..- Sorri e tentei me soltar, mais era impossível
- Justin : Não adianta tentar sair daqui, você não escapa desses braços..
- Evellyn : E quem disse que eu quero escapar ?..- Ele me olhou malicioso
- Justin : Então porque está tentando se soltar ?
- Evellyn : Só queria colocar minhas mãos em volta do seu pescoço...- Ele sorriu e me soltou, passei minhas mãos em volta do pescoço dele e nos beijamos, paramos por falta de fôlego e ele deitou do meu lado
- Justin : Amor ?..- Olhei pra ele
- Evellyn : Oi..
- Justin : Quando você namorava com o tal do Erik, nunca chegaram a ficar sozinhos assim não ?..
- Evellyn : Já..- Ele me olhou com receio. Não acredito que ele está pensando isso de mim ..
- Justin : Então ele tentou ?
- Evellyn : Tentou..- Vi a feição dele mudar e quis sorri
- Justin : E você fala assim na maior calma é ? ..- Ele sentou na cama e me olhou sério ..- Você e ele já transaram ? Não acredito que mentiu pra mim Evellyn ..- Soltei uma gargalhada
- Evellyn : Quer que eu fale como ?..- Sentei na cama e olhei pra ele..- Eu e ele não fizemos nada Justin, eu não quis, será que você não entende que meus pensamentos são seus, meu coração, tudo. Não consigo ficar com ninguém além de você, idiota..- Dei um empurrão de leve nele e deitei
- Justin : Desculpa amor, mais quando disse que ele tinha tentado nessa frieza toda já pensei merda né, não gosto nem de imaginar você e outro..- Sorri e ele permaneceu sério
- Evellyn : Deita aqui comigo deixa eu te falar uma coisa..- Ele continuou sentado..- Anda Justin..- Puxei ele e ele deitou olhando pro teto, deitei no peito dele e coloquei uma das minhas pernas em cima da dele, cheguei bem perto do ouvido dele..- Entenda uma coisa, desde o dia em que te conheci eu sonhava te ter pra mim, isso demorou um pouco, mais realizei meu sonho, e durante o tempo que estávamos longe eu só pensava em você, acha mesmo que eu me entregaria pra outro sem ter a certeza que não te veria nunca mais ? Claro que não.. Eu não teria esse momento especial com outro, tem que ser com você bobo, agora para com esse ciúmes besta..Eu te amo..- Ele rodeou os braços em mim e senti ele beijar minha testa
- Justin : Eu também te amo muito.. E prometo que vou fazer desse momento o mais especial da sua vida..
- Evellyn : Ta, mais tenho um pouco de medo..- Sorrimos
- Justin : Pouco ?..- Ele gargalhou..- Muito mesmo, medrosa..- Olhei pra ele entediada
- Evellyn : Pouco sim..
- Justin : Tinha que ver sua cara quando eu tava só de toalha na minha casa..- Ele sorriu..- Melhor foi quando viu o tamanho, fala ai se não sentiu um puta medo..- Sorriu e eu corei, que idiota..
- Evellyn : Eu não, não senti nada..
- Justin : Tem certeza ? Olha pra mim então...- Olhei pra ele e segurei o riso
- Evellyn : Tenho..
- Justin : Então dá próxima vou tirar a toalha e ai você me prova que não tem medo..- Sorriu e deitei de novo no peito dele, eita..
- Evellyn : Se fizer isso te bato..
- Justin : Ué, por que ? Medrosinha..- Sorriu e mordi o peito dele com força..- Aaaai amor, não morde forte não, isso dói pra porra..- Sorri
- Evellyn : Mordo sim, fica de gracinha pra você ver..- Ele desceu a mão pra minha bunda e apertou ..
- Justin : Ta, parei..
- Evellyn : Vamos assistir alguma coisa ?
- Justin : Bora..
Colocamos um filme e ficamos assistindo até tarde..

(...)

- Evellyn : Nossa amor, já é duas e meia da manhã..- Sorrimos
- Justin : To com fome..
- Evellyn : Também.. Vem vamos comer alguma coisa..- Levantei e ele me puxou
- Justin : Não vai assim nessa roupa amor, o Raylan ta aqui..- Olhei pra ele entediada
- Evellyn : Nossa amor, o Raylan deve ta dormindo..
- Justin : Se nós não estamos, eles também podem não está..
- Evellyn : Sério isso Justin ?
- Justin : Sério isso, anda logo..

Bufei e fui no closet pegar o sobretudo da minha camisola, coloquei e voltei

- Evellyn : Satisfeito agora ?
- Justin : Muito..- Sorriu e descemos, chegamos na cozinha e tomamos o maior susto
- Alice : Ai gente quer nos matar do coração..- Sorrimos
- Evellyn : Eu que pergunto, credo..
- Raylan/ Justin : O que eu falei ?..- Eles nos olharam e depois todos se entreolharam e gargalhamos
- Evellyn : Não acredito que vocês dois pensaram a mesma coisa..- Olhei pra Alice que tava de sobretudo também
- Alice : Acredita que o Raylan me fez colocar esse sobretudo porque o Justin podia ta acordado e me ver ..- Sorrimos
- Evellyn : O Justin também..
- Justin : Ta vendo mano, até nos pensamentos somos iguais..- Sorriram
- Raylan : Né..
- Evellyn : Então não confiam um no outro ?
- Justin : Claro que confiamos, mais não rola de ver a namorada do outro só de camisola né..
- Alice : Dois idiotas..
- Raylan : O que vamos comer ?
- Evellyn : Podemos fazer sanduíche..
- Alice : Os meninos fazem o suco..

Começamos a fazer o lanche..

- Kelvin : Oxê, ele chegou na cozinha com a Siara e sorrimos, daí todos resolvem vim a cozinha..
- Siara : Chegamos na hora boa amor..
- Kelvin : Boa mesmo..
- Evellyn : A, porque não atenderam o celular ? A mamãe ligou mais cedo, disse que ligou pra vocês e nenhum atendeu..- Olhei pro Kelvin e pra Alice
- Kelvin : Meu celular ta carregando desligado.
- Alice : E eu não ouvi, nem sei onde ta meu celular..- Sorriu
- Justin : Sinal que estava fazendo coisas mais interessantes né..- Sorrimos
- Alice : Sim..- Olhei pra ela..- Estava assistindo filme ..- Sorriu
- Evellyn : Ela mandou beijos e disse que ta tudo bem..

Terminamos de fazer o lanche e fomos pra sala, depois de lancharmos subimos e paramos no corredor..

- Evellyn : Não vou conseguir ir pra faculdade amanhã gente, olha a hora..
- Alice : Nem eu pro colégio, então ninguém vai..- Assentimos e entramos nos quartos, deitamos e ficamos nos olhando
- Justin : Vamos dormir né..- Assenti..- Eu te amo..
- Evellyn : Também te amo, boa noite..- Sorri

Nos embrulhamos e deitei no peito dele..

- Justin : Boa noite minha princesa..- Bocejei e meus olhos pesaram..

Dia Seguinte..

Acordei e sorri ao ver que ele estava mesmo ali, dormindo feito um anjo, como era tão lindo com o rostinho amassado e o cabelo bagunçado..Levantei devagar e fui pro banheiro fazer minhas higienes e tomar banho.

Justin on

Acordei e não vi ela do meu lado, ouvi o barulho do chuveiro e sorri..Sentei na cama e passei a mão no cabelo, devo ta sexy demais. Peguei meu celular e olhei as horas. 10:00 horas ainda, é por isso que estou com sono, dormimos muito tarde e acordamos cedo demais..Peguei o celular dela e desbloqueei, logo vi uma foto nossa e sorri, minha princesa. Fui no whats e só agora notei que no meu contato ta '' Meu baby ''..Se sou o baby dela bem que ela podia me dar de mamar então, sorri de mim mesmo e vi ela abri a porta do banheiro e sem querer deixei um suspiro sair. Diz ai se não é muita tentação sair do banheiro só de toalha, com algumas gotas de água escorrendo pelo corpo, olhei ela de cima até em baixo e pisquei algumas vezes tentando desfaçar, mais tava sendo impossível..
- Evellyn : Bom dia meu amor..- Sorriu e veio até a mim
- Justin : Fica ai amor por favor..- Ela parou e me olhou sem entender, levantei a coberta e vi minha ereção, puta merda, tampei de novo com a coberta e voltei a olhar pra ela que sorriu corada e veio até mim, corajosa..
- Evellyn : Que efeito é esse que tenho sobre você ?..- Ficou em pé na minha frente e me selou rápido
- Justin : Não sei, também quero saber, mais acho que deve ser o mesmo que tenho sobre você né ?..- Sorri malicioso e levei minha mão até o bumbum perfeito dela que me olhou com os olhos estreitos
- Evellyn : Acho melhor eu ir me trocar, e por favor não se aproxime do meu closet..- Sorriu e saiu antes que eu agarrasse ela, sorri e passei a mão no rosto, sempre fico na vontade, mais ela que me aguarde..Deitei e fiquei fitando o teto, tédio..Olhei pro lado e vi a caixinha de bombom que eu tinha dado pra ela, abri e tinha nossas fotos e o colar, sorri, também tinha um caderno todo enfeitado em cima do criado mundo, parecia mais esses diários gays de meninas, ou seja, se é meigo é da Ever..Peguei e fiquei observando, pensei em não abri, mais a curiosidade falou mais alto e abri, logo subiu um aroma doce, o perfume dela. Folhiei algumas páginas e parei na última que me chamou muita atenção, era recente..

Tanto tempo que não escrevo né ?
Então..Vou desabafar,
Sabe quando você se apaixona por alguém ? Mais tudo conspira contra ? Então.. Eu me apaixonei por um garoto e tudo começou mal, com brigas, desentendimentos, mais ele me chamava atenção mesmo assim. Os olhos, a boca, o jeito, tudo.. Eu me perdia sempre quando estava perto dele, mais ele parecia não gostar de mim, até porque só brigávamos..Um dia por um mal entendido nos afastamos, e eu passei cada dia triste e pensando. Mais ai depois de um tempo descobri que me enganei, que nos afastamos por um mal entendido, por minha culpa..Eu não sabia o que fazer, mais procurei ele e pedi desculpas, eu realmente estava muito arrependida, por sorte ele desculpou e eu prometi pra mim mesma que nunca mais julgaria alguém sem saber, viramos amigos e nossa ligação ficou tão forte que cheguei a pensar que ele sentia algo por mim, porque eu já sentia por ele e não admitia, mais ai depois de uns dias ele mudou totalmente e começou a ficar com outra menina, meu coração se partiu no meio ao saber, ao ver ele com ela, eu jurava que ele gostava de mim, mais não, não gostava, então me desiludi e comecei a ficar com outro, mais nada adiantou ele não saia da minha cabeça. Mesmo assim segui a diante e nos afastamos novamente, até o dia em que eu tive que ir embora, nos despedimos e demos um selinho, eu estava confusa, uma hora ele parecia gostar, outra parecia nem me conhecer..Eu fui embora com o pensamento que não ia ver ele tão cedo, mais ai passou dois anos e nos reencontramos novamente, ele tava diferente, mais lindo, mais não me reconheceu, passou os dias e eu descobri com a certeza que era ele, mais o pior é que ele já sabia de mim e não queria falar comigo, não queria eu por perto, me enganou, fingiu não me reconhecer, tudo isso porque ? Por um mal entendido, a droga de um mal entendido, todo o tempo ele achava uma coisa muito horrível de mim, uma coisa que não fiz como ele pensava. No dia que ele mudou comigo e ficou com outra ele estava de coração partido por uma cena mal entendida, ele me viu beijando o nosso guia e simplesmente se afastou, mais não, não eu não gostava dele, eu simplesmente quis ser uma alegria na vida daquele rapaz que quase me implorou um beijo, e por conta desse beijo eu perdi momentos lindos ao lado de quem eu realmente amava, de quem eu realmente queria..E depois disso tudo, depois de dois anos é que eu descubro que ele me odiava por algo que eu não fiz, ele ia se declarar pra mim, não acredito nisso..Ontem brigamos e tentei explicar tudo o que houve naquele dia, o porque do beijo mais ele não acreditou em mim, ele me acha uma mentirosa, enganadora, que só iludir ele, que fiquei com nosso guia por vontade, por gostar, mais não, não foi assim, e agora eu perdi a esperança de ter ele pra mim, de viver momentos lindos com ele, por um segundo mal entendido nos afastamos de vez, ele ta magoado, mais eu também, por ele não ter acreditado, porque eu já julguei ele uma vez e me arrependi depois, e agora sei que um dia ele também vai se arrepender....Só espero que não seja tarde demais..

Terminei de ler e senti meus olhos marejar pela primeira vez, eu nunca tinha sentido isso antes por uma menina, essas palavras, ela sempre gostou de mim e eu sempre gostei dela, mais passamos por tantas coisas que nem nos demos a chance, ela não me enganou mesmo, como fui burro em me afastar sem ter a certeza..Mais agora eu tenho ela pra mim, e não vou deixar ela por nada nesse mundo, sei que ela é minha metade, é a mulher que sempre quis pra mim, eu amo essa menina demais..Sorri bobo e fechei o caderno dela, coloquei no mesmo lugar e levantei, fui até a varanda e abri, senti aquele ventinho bater no meu rosto, olhei pro lado e vi um jarro com restos de rosas já muchas, até isso ela ainda tem, o ursinho fica em cima da cama, os detalhes são tão pequenos, que nem tinha percebido..Fui até o jarro e fiquei observando, senti ela me abraçar por trás e me virei dando de cara com aquele rostinho de anjo me olhando atentamente. Rodeei a cintura dela e sorrimos, ficamos alguns segundos nos olhando e passei a mão no rosto dela, o vento levava e trazia o cabelo dela. Como perdi tanto tempo pra te ter garota ? Fui me aproximando e nos beijamos, eu gosto de beijos com pegadas, mais tem hora que um beijo calmo e delicado cai bem..
- Evellyn : Nossa amor, me beijou diferente..- Sorriu ao pararmos o beijo
- Justin : É que hoje eu percebi que te amo demais e que perdi muito tempo não me declarando pra você..- Levantei ela no ar ..- Eu te amo menina
- Evellyn : Não sou mais menina amor..- Fez bico
- Justin : É sim, é MINHA menina..- Selamos
- Evellyn : E você é meu homem..- Ela falou tão sexy
- Justin : Ainda não sou seu homem..- Desci ela
- Evellyn : Mais vai ser, e eu vou ser sua mulher..- Que tal agora ?
- Justin : Vou contar as horas então..- Sorri
- Evellyn : Ta, enquanto isso você é meu baby então..- Sorriu e lembrei do contato dela
- Justin : Se sou seu baby é sua obrigação me dar de mamar sabia..- Gargalhei e ela me olhou entediada
- Evellyn : Nada disso, já é um baby bem crescido, não mama mais..
- Justin : Nesses aq...- Ela tampou minha boca
- Evellyn : Cala a boca idiota..
- Justin : Idiota que tu ama..- Ela revirou os olhos..- Para com isso
- Evellyn : Isso o que ?
- Justin : Revirando esses olhos ai..- Ela sorriu e revirou os olhos, teimosa.
- Evellyn : Reviro quantas vezes eu quiser ta..- Falou e sorriu irônica e foi saindo, peguei no braço dela e puxei com força fazendo ela colar em mim
- Justin : Quantas vezes quiser não, dá próxima vez que revirar os olhos perto de mim vai levar uns tapas viu..- Ela gargalhou com desdem e apertei a cintura dela
- Evellyn : Só se for tapa quando tivermos na cama né..- Sorriu e se soltou de mim, fiquei parado assimilando o que ela tinha acabado de falar. É a Evellyn mesmo que está aqui ? Porque pra falar isso e não corar, só pode ser outra..Preciso muito conhecer esse lado pevertido dela. Sai dos pensamentos e ela não tava mais ali, e eu parado feito um idiota, sai da varanda e fui pro quarto, ela não tava, fui no closet pegar minhas roupas e sem querer derrubei uma caixa dela com fotos e as coisas do acampamento, a foto de todos, a foto dela com as meninas no dia da apresentação, nós no baile. Sorri ao lembrar daqueles dias maravilhosos e guardei tudo rápido, vai que ela chega e pega eu aqui e pensa que to mexendo nas coisas dela, coloquei no mesmo lugar e sair do closet, fui direto pro banho

Evellyn on

Sai e deixei ele lá parado ainda besta com o que eu tinha acabado de falar, tadinho ainda não viu nada, sou meiga, mais quando quero ser safada..Cheguei na sala e não vi ninguém, fui pra cozinha  e a Maria já estava lá como sempre
- Maria : Bom dia minha querida..
- Evellyn : Bom dia Maria..- Sorri
- Maria : Cadê os outros ?
- Evellyn : Daqui a pouco estão ai..- Sentei e uns vinte minutos depois o Justin desceu todo lindo e perfumado, sorriu ..
- Justin : Bom dia Maria..- Deu um beijo na bochecha dela que sorriu
- Maria : Bom dia querido, dormiram bem ?
- Justin : Sim, não imagina como essa menina me fez bem essa noite..- Sorriu e a Maria olhou incredúla..- Calma mulher, não fizemos besteiras não..- Sorrimos e ela sorriu aliviada
- Maria : Ata, já ia dá uma bronca nos dois..- Sorrimos

(...)

Depois de um tempinho todos desceram e tomamos café, em seguida fomos pra sala
- Evellyn : O que vamos fazer no seu aniversário Kelvin ?
- Kelvin : Ainda não sei..
- Raylan : Como não sabe mano ? Uma festa né.
- Kelvin : Não, festa não..
- Justin : Podemos ir ao clube então..
- Siara : Aqui tem ótimos clubes..
- Evellyn : Já vou escolher meu biquíni..- Sorri imaginando e o Justin revirou os olhos
- Alice : Também..
- Kelvin : Se for aqueles que vocês usavam no Rio vão atrair homem do estados unidos inteiro ..
- Evellyn : Nossos biquínis não tem nada demais ta..
- Alice : Para de exagero..
- Justin : Não duvido nada que sejam escandalosos, do jeito que essas duas são abusadas..- Falou sério
- Raylan : Pois elas encontraram dois mas abusados que elas, não vão usar esses biquínis ousados não..- Eu e a Alice nos entreolhamos e reviramos os olhos, isso é o que vamos ver então..
- Evellyn : Vamos assistir alguma coisa..- Liguei a TV
- Justin : Vamos jogar game, bem melhor..
- Kelvin : Vamos..
- Evellyn : Meninas contra meninos..- Sorri
- Justin : Valendo o que ?

Olhei pras meninas e sorri, o que poderíamos apostar..

- Evellyn : Se nós ganhar, vocês vão ter que fazer tudo que nós mandar..- Sorri..
- Justin : E se perderem vão fazer o que nós mandar..
- Alice : Fechado..
- Raylan : Já vou começar a pensar no que vou mandar você fazer amor..- Os meninos sorriram
- Kelvin : É, porque vão perder feio..
- Siara : Não sou boa no game meninas..- Ela sorriu desapontada e os meninos gargalharam
- Evellyn : Não se preocupa amiga, vamos ganhar mesmo assim, é só você distrair o Kelvin..- Sorrimos
- Kelvin : Sem golpe baixo..
- Justin : Tadinhas..

(...)

Começamos a primeira partida com o Kelvin e a Siara e ela perdeu de cara, tadinha..Estávamos jogando corrida
- Kelvin : Nossa amor, foi tão rápido..- Sorriu
- Siara : A nem amor, não valeu você tava roubando..
- Justin : Nem vem espertinha..
- Raylan : Vimos tudo viu, não teve roubo..
- Alice : Nossa vez amor..- Sorriu pro Raylan
- Raylan : Depois vamos querer um suco pra comemorar ta gatinhas..- Eles começaram

Minutos depois..

- Alice : Suco de laranja amor..- Sorrimos
- Raylan : Você trapaciou, nem vem..
- Justin : Foi mesmo..
- Kelvin : Merece outra partida..
- Evellyn : Que outra partida o que, ela ganhou sem nenhuma trapassa, admite que perdeu Raylan..- Sorri debochada
- Siara : Agora é a vez da Ever, vamos cunhadinha desempata essa bagaça..
- Evellyn : Claro..- Sorri e olhei pro Justin que já me encarava determinado

Começamos e ele já começou ganhando, filho da mãe..

- Justin : Cuidado amor..- Ele sorriu tentando me desconcentrar
- Evellyn : Cuidado você..- Passei dele e as meninas gritaram
- Justin : Quem ensinou a Ever a jogar game ?..
- Kelvin : Eu e o Kénio cometemos essa burrada..- Falou entediado e eu e as meninas sorrimos
- Evellyn : Aí segura essa aqui..- Tirei ele da pista
- Justin : Filha da mãe..- Ele falou voltando pra pista e me alcançando..
- Evellyn : A nem amor, não me tira da pista..
- Justin : Tu me tirou, nada mais justo..
- Evellyn : Não é não..

Alguns minutos depois..

Ele conseguiu passar de mim e faltava pouco pra ganhar, me concentrei e no último minuto consegui passar dele ganhando..
- Evellyn : Tadinhas né amor ?..- Sorrimos e ele me olhou entediado
- Kelvin : Essa Ever é filha da mãe vei, não sei pra que ensinei..
- Raylan : Fala sério Justin..
- Justin : Fala sério o que, e tu seu gay..- Sorrimos
- Alice : Filha da mãe é tu Justin, quase que ela não ganha..
- Justin : Eu deixei né..- Gargalhei
- Raylan : Deixou mesmo, tu não perde uma, o Ryan fica em segundo e tu em primeiro sempre, justo dessa vez ela ganha..- Olhei pra ele com os olhos estreitos
- Evellyn : O que importa é que ganhei, e queremos suco..- Sorri e me joguei nos braços do Justin que me selou
- Kelvin : É um arriado mesmo..- Sorriu
- Raylan : Somos..
Eles agarraram as meninas e começamos uma sessão de beijos..




Mais um.. Beijos 

28 de abril de 2018

Nothing is by chance - Cap 56 - Um clima mais qente 
Dia Seguinte..

Acordei com meu celular despertando, levantei e fui pro banheiro, fiz minhas higienes diárias e tomei banho, sai do banheiro e fui pro closet, coloquei uma roupa e arrumei o cabelo, passei um batom vermelho e fiz um delineado. Tem tempo que não me maqueio assim, passei meu perfume e peguei minhas coisas, passei no quarto da Alice e fomos no quarto dos nossos pais, mais eles não estavam, então descemos e encontramos os dois na cozinha, demos bom dia e tomamos café, depois nos despedimos com abraços bem fortes, desejamos boa viagem e saímos, entramos no meu carro e arranquei, deixei e Alice e por fim cheguei. Os meninos e as meninas já me esperavam. Estacionei e desci sorrindo, logo vi meu gato sorrindo pra mim, cumprimentei todos e selei ele..
- Suany : Amei seu batom..- Sorriu
- Siara : Também..
- Evellyn : Obrigada amores.
- Justin : Ta diferente amor..- Me olhou
- Evellyn : Mais bonita ? Ou mais feia ?
- Justin : Mais linda do que já é..- Sorri
Entramos e lá se vai mais uma rotina..

(...)

Tivemos todas as aulas e fomos liberados. Tudo normal, até que teve pouco dever, isso é bom, poupo minha mão..Nos despedimos e entrei no carro, coloquei uma música e dei partida, enquanto eu dirigia pensava em como tudo ia bem, eu e o Justin finalmente estamos dando certo e vai ser assim por muito tempo, o tempo de nossas vidas..Passei na Alice e buzinei , logo ela sorriu e acenei para a Washiley, a Alice entrou no carro e sorrimos
- Alice : Como foi hoje ?
- Evellyn : Bem..- Sorri..- E você ?..
- Alice : Bem..

(...)

Chegamos em casa e subimos.. Entrei no meu quarto e fui tomar banho..Coloquei um vestido simples e desci, fui na cozinha .
- Evellyn : Oi Maria ..
- Maria : Oi minha filha, nem vi quando chegaram..- Sorriu
- Evellyn : O Kelvin ta no quarto ?
- Maria : Não, ele saiu cedo com seus pais e até agora..
- Evellyn : Será que ele vem almoçar..- Falei mais pra mim do que pra Maria
- Maria : Deve ter ido fazer trabalho e já ficou pra faculdade..
- Evellyn : Sem passar aqui pra se arrumar, duvido..- Sorrimos
- Maria : Ele saiu com a mochila..
- Evellyn : Hum, então deve ter feito isso mesmo... Estou com fome..
- Alice : Também..- Ela chegou e sorrimos

(...)

Depois que almoçamos fomos pra sala

- Evellyn : Alice ?
- Alice : Oi..- Me olhou
- Evellyn : Eu tava pensando aqui, e a gente podia chamar os meninos pra dormir aqui né ?..- Ela me olhou incrédula
- Alice : Ficou doida ? Nossos pais nos mataria Ever ..
- Evellyn : Eles nem vão saber ..
- Alice : A não ? Acha mesmo que não ? A Maria ta aqui pra que ?
- Evellyn : A, Alice a Maria é de boa..
- Alice : Ever a Maria é de boa quando não fazemos nada de errado..
- Evellyn : Não quer mesmo saber como é acordar ao lado do Raylan ? ..- Ela me olhou
- Alice : Quero, quero muito, mais não podemos, lembra o que disse pro papai, ele vai nos matar menina..
- Evellyn : Eu sei, mais ele não vai saber, e não precisamos fazer nenhuma besteira, porque se ele descobrir e nós não tiver feito nada, ele não vai brigar tanto, além do mais, temos que viver cada momento intensamente, uma adrenalina de vez em quando não mata vai..- Sorri e ela me olhou e depois sorriu
- Alice : Ta, mais não vamos fazer nada com eles ..
- Evellyn : Eu sei que não vou fazer..
- Alice : Eu também..
- Evellyn : Agora só falta o Kelvin decedir..- Sorrimos
- Alice : E a Maria deixar..- Sorrimos e fomos pra cozinha
- Evellyn : Oi Maria linda..- Sorri e abracei ela
- Alice : Não acha que fica muito nessa cozinha não ? Tem que descansar mulher ..
- Maria : Não, eu gosto..- Me olhou desconfiada
- Evellyn : Mais não precisa trabalhar tanto..
- Alice : É, não precisa..
- Maria : Estou aqui pra isso meninas..- Sorriu
- Evellyn : Mais estamos te dando um descanso essa tarde..
- Maria : Ta, o que as duas estão querendo ?..- Sorrimos
- Evellyn : Então, tipo assim, você sabe que nossos pais foram viajar né, e que vamos ficar vinte dias sozinhos..Então queríamos pedir uma coisinha
- Maria : Se for festa é não..
- Evellyn : Que festa ..- Sorri..- É uma coisa de boa
- Maria : Peçam..
- Evellyn : Deixa os nossos namorados dormir aqui ?..- Ela nos olhou incrédula
- Maria : Estão doidas ? Nem pensar..Seu Francis mata vocês e eu junto..
- Alice : Ele não vai saber Maria, por favor, olha não vamos fazer besteiras, eles vão dormir nos quartos de hospedes, e a Siara vai dormir aqui também..
- Maria : Não, melhor não..
- Evellyn : Maria você nunca namorou não ? Vai me dizer que nunca teve essas adrenalinas ? Nunca aprontou escondido e sorriu depois ?
- Maria : Já e sei as consequências ..
- Alice : Boas ?
- Maria : Não, não foram boas, e não aconselho a fazerem isso..
- Evellyn : Deixa por favor, vamos dormir em quarto separados..Nunca te pedimos nada assim, meu pai não vai saber e se saber não vamos falar que você sabia, relaxa..A gente está apaixonada e só queremos saber como é acordar com nosso amor do lado..- Pensei alto e esqueci que tinha falado que íamos dormir em quartos separados
- Maria : Não iam dormir em quartos separados ?..- Ela estreitou e deixei escapar uma risada
- Evellyn : E vamos, só sonhei um pouco, mais pelo que to vendo nem isso..Desisto Alice, vem, ela não vai deixar..- Fui saindo com a Alice
- Maria : Se o Francis descobri não vi e nem ouvi nada entenderam ?..- Sorrimos e abraçamos ela
- Evellyn : Obrigada, obrigada..
- Alice : Te amamos..
- Maria : Também amo vocês, mais tomem cuidado por favor, na hora tudo é bom, mais depois vem as consequências..
- Evellyn : Ta bom..- Sorrimos e voltamos pra sala, pegamos nosso celular e fomos mandar mensagem no whats deles..

(...)

Passamos a tarde sorrindo e conversando, depois subimos e nos arrumamos, coloquei essa roupa

Passei um gloss e por último meu perfume, sai do quarto e fui no Kelvin, entrei e ele não tava por ali, fui no closet e ele tava arrumando o cabelo
- Kelvin : Eu poderia ta pelado sabia ?..- Sorriu
- Evellyn : E daí ? Isso ai não me interessa mesmo.- Sorri
- Kelvin : Nem que interessasse, eu sou muito areia pro seu caminhãozinho..- Sorriu
- Evellyn : Ô coitado.. Temos uma surpresa pra você..- Ele me olhou rápido  e sorriu
- Kelvin : Gosto de surpresa..
- Evellyn : A Siara vai vim dormir aqui ..- Vi os olhos dele brilhar..- Mais...
- Kelvin : Mais só se os meninos vir também ?
- Evellyn : Como sabe ?
- Kelvin : O seu '' mais '' disse tudo..- Sorriu..- Sim, eles podem vim, mais temos que ver com a Maria né ..
- Evellyn : Ela deixou já falamos com ela..- Sorri e ele me olhou surpreso..- Rápidas né ?
- Kelvin : Mais se o papai descobri vocês sabe que estão ferradas..- Sorriu..
- Evellyn : Ele não vai descobrir..
- Kelvin : Não vão fazer ..- Não deixei ele terminar
- Evellyn : Não se preocupa, não vamos..
- Kelvin : Ta, então vamos descer e fazer alguma coisa para lancharmos..- Sorrimos e saímos do quarto, encontramos com a Alice e fomos pra cozinha, fizemos brigadeiro de sobremesa e guardamos, a Maria tava fazendo o jantar, então fomos pra sala e minutos depois eles chegaram
- Evellyn : Eu atendo..- Sorri e fui abri a porta
- Justin : Oi amor..- Me selou
- Evellyn : Oi..
- Siara : Oi cunhadinha..- Sorrimos
- Raylan : Oi cunhadinha..- Sorrimos e ele me abraçou
- Evellyn : Oi, entrem..- Eles entraram e fechei a porta
- Raylan : Eae brother..- Fazendo o toque com o Kelvin
- Kelvin : Eae..
- Justin : Eae cunha..- Fazendo o toque
- Siara : Oi amor..- Sorriu e selaram
- Raylan : Oi minha princesa..- Selou a Alice
- Siara : Oi cunhadinha..
- Justin : Como vai a cunhada mais linda..- Eles sorriram e ele beijou a bochecha dela
- Alice : Vou bem, melhor agora..
- Justin : E você ?..- Me olhou e sorri
- Evellyn : Eu estou bem..
- Justin : Bem linda..
- Evellyn : Eu sei..- Selei ele demorado..- Cadê a roupa de vocês ?
- Raylan : Ta aqui nessa mochila, a minha e do Justin..- Me entregando
- Siara : E a minha ta aqui..
- Evellyn : Ta, vou levar para os quartos..Vem amor..- Subimos e deixei as roupas da Siara no quarto do Kelvin, a do Raylan na Alice e a do Justin ia colocar agora no meu, abri a porta e entramos, fechei a porta e fui colocar a roupa dele no meu closet

Justin on

Toda meiga até no quarto, minha namorada é fofa demais, é muito privilégio pra mim ser o primeiro namorado dela a entrar aqui e se Deus quiser o último.. Ela foi guardar minhas roupas no closet e quando voltou eu não resistir tive que puxar ela pra perto de mim..
- Justin : Então é aqui que dorme a minha princesa ?..
- Evellyn : É, e é aqui que vai dormir meu príncipe..- Confesso que pensei besteira, porra, to me estingando muito fácil com ela..
- Justin : Corajosa você em ..- Sorri e ela me olhou com os olhos estreitos
- Evellyn : Por que ?
- Justin : Dormir logo comigo, um pedaço de mal caminho, tem certeza que vai resistir..?
- Evellyn : Tenho, mais não provoca..- Apertei a bunda dela..- Ou eu vou te dar uns tapas
- Justin : Tapa de amor não dói ..- Sorri
- Evellyn : Paga pra ver então..- Que desafiadora
- Justin : Olha que eu pago..
- Evellyn : Garanto que as  minhas provocações ganha das suas, e se eu provocar eu vou deixar você só na vontade..
- Justin : Que maldade da sua parte..- Mordi os lábios dela
- Evellyn : Amor eu vou te bater..- Aprofundei o beijo e ela cedeu, lábios tão macios e muito convidativos, desci minhas mãos e apertei sua bunda com vontade
- Justin : Desse jeito ?...- Sorri ao ver ela toda mole nos meus braços
- Evellyn : Idiota..- Sorriu e se soltou de mim..- Vamos descer..- Saiu sem deixar eu puxar ela de novo, esperta..Esperei minha ereção baixar que foi difícil e desci.. Chegamos na sala e sorrimos, maliciosos.. Colocamos um filme e formamos os casais

(...)

Depois de assistirmos um filme gay de romance, colocamos um de ação
- Evellyn : Vou fazer pipoca..- Ela levantou
- Alice : Vamos ajudar ela Siara..- Elas levantaram e saíram pra cozinha
- Justin : Cadê a Maria ?
- Kelvin : Deve ta na cozinha, ela não sai de lá..
- Raylan : E se ela falar pros pais de vocês ?
- Kelvin : Vai não, as meninas já falaram com ela..
- Raylan : Hoje tem né..- Sorrimos
- Kelvin : Acho que não mano, a Siara é difícil demais, sem contar que é virgem..- Lembrei da Ever, mais ele não era a pessoa adequada pra mim falar dela né
- Raylan : Imagino, quando ela namorava com um amigo nosso em Los Angeles, eles nunca chegaram a fazer nada..
- Kelvin : Que amigo é esse ?
- Raylan : Relaxa ele não mora aqui não, nem tenho mais o contato dele..
- Kelvin : Ata.. E tu e minha irmã ?...- Ele fez cara de bravo e sorrimos
- Raylan : Não, vou esperar o tempo certo dela..
- Justin : Eu também, mesmo que seja difícil..
- Kelvin : É, minhas irmãs são gostosas demais..- Sorrimos de novo
- Raylan : Mais a Ever já namorou com um menino lá no Brasil né ?
- Kelvin : Já, um ano se não me engano..- O Raylan me olhou e eu não queria ter dúvidas que ela era virgem, ela não mentiria pra mim assim
- Justin : Um tal de Erik né ?
- Kelvin : É, ele respeitava muito minha irmã, mais não me descia muito não, muito metido a garanhão, e meu pai não gostava também não..
- Justin : To ligado..
- Kelvin : Eu sempre falava pra Ever não fazer sexo com ele, por trás daquela carinha de santo tinha um galinha que não valia nada..
- Justin : Ta certo, a gente sabe quando o cara não vale a pena, somos homens..
- Raylan : Tivemos sorte do pai de vocês gostar da gente..
- Kelvin : Até demais, mais se ele sonhar que dormiram aqui estão mortos..- Sorrimos

Evellyn on

Fomos pra cozinha fazer a pipoca e a Maria ainda tava lá
- Evellyn : Onde está as pipocas Maria ?
- Maria : Está aqui no armário..
- Evellyn : Ata..
- Maria : Vou me retirar meninas, qualquer coisa me chamem..
- Alice : Ok..- Ela saiu e sorrimos
- Evellyn : O que tu falou pra Suany ?
- Siara : Disse que vinha dormir aqui..
- Alice : E ela ?
- Siara : E ela aceitou..Olha pra todas as dúvidas a Suany dormiu aqui..- Sorriu e eu e a Alice nos olhamos
- Evellyn : Não vai me dizer que ela foi pro Everton ?
- Siara : Sim..- Sorrimos e nos olhamos maliciosas
- Alice : Eita..

Fizemos a pipoca e o suco e fomos pra sala, os meninos estavam sorrindo de alguma coisa, mais não perguntamos, sentamos e colocamos o filme..
Já na metade do filme pegamos o brigadeiro e os meninos ficaram elogiando a cada colherada que levavam á boca..Depois que o filme terminou sorrimos até umas horas do Raylan e o Kelvin de palhaçada, até parece o Chaz e o Chris, eles aqui não ia prestar..Ficamos jogando conversa fora e decidimos ir dormir
- Alice : Acho bom irmos dormir, amanhã temos faculdade..
- Raylan : Verdade..
- Kelvin : A nem amor, vai sair cedo..
- Siara : Sim amor, sortudo é você que só estuda atarde e pode levantar tarde..
- Evellyn : É mesmo, mais fica a manhã toda sozinho, quer mesmo ir pra faculdade Siara ?..- Nos olhamos maliciosas e sorrimos, quem vê até pensa que fazemos alguma coisa
- Justin : Que pevertidas, depois nós que somos os safados..
- Kelvin : Né..
- Alice : Nem somos..
- Evellyn : Vamos dormir..- Levantamos e subimos, chegamos no corredor e demos boa noite
- Alice : Nada de besteiras viu..- Sorriu
- Evellyn : Igualmente..
- Kelvin : Já não vou dizer o mesmo..
- Siara : Amor..- Deu um tapa nele
- Kelvin : Tão vendo, já começamos, aqui é entre tapas e beijos..- Gargalhamos
- Siara : Idiota..- Ainda sorrindo
- Evellyn : Boa noite amores, até amanhã..

Cada um entrou no seu quarto. Fechei a porta e o Justin foi no banheiro, fui pro closet e coloquei uma camisola

Procurei a mais meiga e menos sexy, mais acho difícil o Justin não se acender, já que ele se excita comigo até com uma capa preta..Na troca de roupa achei a cueca dele, sorri e coloquei ela, me olhei no espelho e fiz um coque no cabelo, vi ele chegar pelo espelho ..

Justin on

Eu sai do banheiro e não vi ela, imaginei que tava no closet então fui lá, quando cheguei eu me deparei com ela de costa fazendo um coque com uma camisola super curta, foi inevitável não olhar ela de cima até em baixo e depois focar naquele bum bum redondinho, eu me perdi completamente nos pensamentos ao ver ela ali com um pedaço de pano, ou ela é tão inocente ou está me provocando mesmo, porque eu não sei se vou conseguir dormir com essa garota sem tentar nada, não tem como não imaginar ela nua nos meus braços, só de pensar me arrepio..Me distrair dos pensamentos com ela me chamando
- Evellyn : Amor ?..- Voltei a focar nela que agora estava de frente pra mim e bem mais perto ..
- Justin : Oi amor..- Sorri..- Desculpa me distrair
- Evellyn : Percebi..- Sorriu e eu parecia está hipnotizado com cada gesto dela, meu Deus, esse desejo..
- Justin : Se importa se eu dormir só de cueca ?
- Evellyn : Não..
- Justin : Ta..- Comecei a tirar a camisa e vi ela me olhar, mais logo voltou a olhar para o espelho e tirar os brincos, tirei meu cinto e por fim minha calça, tirei minha corrente e meu relógio e coloquei em uma parte do closet dela, depois que fiquei totalmente só de cueca parei e me encostei, ela tirou todos os acessórios e  veio até mim..
- Evellyn : Te amo..- Me selou demorado e depois me olhou serena
- Justin : Também te amo amor, muito..- Passei a mão no rosto delicado dela e beijei sua testa
- Evellyn : Vem, vamos pra cama..- Ela me puxou e fomos, ela ligou a TV e sentamos
- Justin : Nem pra baixar uns filmes bom você serve amor..- Sorri e ela me olhou
- Evellyn : Sirvo sim, você que é burro e não sabe procurar..Me dá isso aqui..- Tomou o controle da minha mão e eu fiquei olhando pra ela
- Justin : Mal educada...
- Evellyn : Sou mesmo..- Ouvimos um celular tocar, acho que era o dela, peguei debaixo do travesseiro e vi '' Mamy '' Olhei pra ela e entreguei o celular

Evellyn on

Ele me entregou o celular e vi que era minha mãe, fiz silêncio pra ele e atendi, colocando no viva voz
Ligação on
- Evellyn : Oi mãe..
- Selly : Oi filha, como estão ?
- Evellyn : Estamos bem e vocês ?
- Selly : Estamos bem graças a Deus..
- Evellyn : E a vovó e o vovô ?
- Selly : Estão bem filha, mandaram muitos beijos e abraços..- Sorriu 
- Evellyn : Outro..
- Selly : Cadê seus irmãos que não atende o celular ?..- O Justin sorriu e colocou  a mão na boca, idiota..
- Evellyn : Já devem ta dormindo mãe..
- Selly : Ata, manda um beijo pra eles, amanhã ligo de novo..
- Evellyn : Ta..
- Selly : Então ta, boa noite filha e bons sonhos..
- Evellyn : Pra senhora também..Beijos 
ligação of
- Justin : Eles devem está dormindo mesmo..- Sorriu
- Evellyn : Não acredito que eles estão..- Olhei pra ele que fez cara de suspense e gargalhou depois, olhei pra ele entediada
- Justin : Que que tem amor ? Eles são namorados..
- Evellyn : É né..Eles que sabem..- Sorri e fiquei pensando, a Alice não pode ter feito isso, o nosso combinado era não FAZER nada..
- Justin : Deveria ter falado pra sua mãe que vai ter uma ótima noite e maravilhosos sonhos né ?..- Sorriu e chegou mais perto
- Evellyn : Porque ?
- Justin : Porque está comigo né, vou fazer dessa noite a melhor..- Me olhou e sorriu de canto, socorro..
- Evellyn : Vai ? E o que vai fazer ?
- Justin : Primeiro vou colocar uma das minhas mão entre seus cabelos assim..- Ele falou colocando e eu já me via arrepiada ..- Depois vou chegar mais perto e beijar seu pescoço..- Senti os cabelos se ouriçarem..- Vou subindo até sua boca e dá várias selinhos nela, e cuidadosamente com a outra mão vou descendo pela sua cintura até chegar nesse seu bum bum perfeito, dando leves apertadas..- Me arrepiei de novo e relaxei os lábios deixando a passagem para a língua dele que rapidamente adentrou minha boca e começamos um beijo calmo e saboroso com um leve sabor de menta que só ele tinha, foi ficando mais intenso e quando vi ele já estava me deitando na cama lentamente por cima de mim ficando entre minhas pernas

 Me arrepiei toda quando nossas intimidades se chocaram, coloquei uma das minhas mão entre o cabelo dele e puxei levemente, agora uma mão dele ta na minha cintura apertando e a outra na minha bunda fazendo a mesma coisa, já era bem nítida a ereção dele, eu nunca tinha sentido um homem assim entre minhas pernas e a sensação era tão prazerosa que a minha única vontade era de me entregar loucamente pra ele, cada vez mais ele pressionava seu corpo no meu e era um arrepio mais diferente que o outro..Paramos o beijo e ele me fitou atentamente, seus olhos estavam mais intensos e percorreu por todo meu corpo e parou lá em baixo, minha camisola tava levantada deixando a mostra minhas pernas desnudas, olhei pra ele e senti meu rosto corar..





Maais um...